CORK: A VENEZA DA IRLANDA

A cidade de Cork é a terceira maior da Irlanda, foi construída sobre uma ilha e ao se colocar pontes pra lá – pontes prá cá, ganhou ares de uma Veneza que possui canais sob suas principais ruas e avenidas.

E é encantado por essa característica que o visitante percorre os caminhos que levam a atrativos culturais e arquitetônicos que merecem a atenção de quem visita a cidade. Um dos pontos altos da cidade é o belo campus da University College Cork (UCC) com o movimento dos alunos seguindo às salas de aula com seus livros debaixo do braço.

A Catedral de St Fin Barre é um rico exemplo de imponência gótica de uma igreja anglicana. O piso interno de mármore é formado por mosaicos. Seu teto é maravilhoso e os vitrais iluminam maravilhosamente o rico interior. Sua construção é de William Burges, um arquiteto escolhido entre outros quase 40 para realização de um trabalho primoroso que exigia uma condição gastar até 15 mil libras. A verdade: ele gastou quase cem mil.

Do lado de fora uma lenda prossegue chamando atenção. A estátua de um anjo dourado com duas trombetas promete ganhar vida e anunciar o fim do mundo. Quando isso ocorrer, quem estiver por ali garante lugar na primeira classe rumo ao céu.

 

Publicado em Curiosidades, O Melhor lugar do mundo é aqui, Você sabia? | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

NEPAL: UM DESTINO EXÓTICO COM UMA GASTRONOMIA NEM TÃO EXÓTICA ASSIM

Quem pensa que viajar ao Nepal vai levar a comer pratos estranhos e exóticos que ocidentais sequer pensariam chegar perto, está muito enganado. Embora o nome assuste, “daal bhaat tarkari”, o prático típico nepalês é, adivinhe o quê? Sopa de lentilhas, arroz e vegetais ao molho “curry”.

Faz sucesso também outro prato que para os brasileiros, o engraçado se restringe ao nome: “momo”, que nada mais é que uma massinha recheada de carne, tipo de um nhoque, que costuma ser bem temperada.

Para os tradicionais é possível encontrar alguns quitutes internacionais como “burritos” mexicanos e até torta merengue de limão que costumam fazer a cabeça, ou melhor, o estômago, dos nepaleses.

 

Publicado em Curiosidades, Gostos e sabores | Com a tag , , | Deixar um comentário

CIDADE ALTA DE ZAGREB: GORNJI GRAD, PARA OS ÍNTIMOS

A região alta de Zagreb, Gornji Grad em croata, se destaca aos olhos do turista que pode chegar até ela de funicular, um bondinho que leva o visitante sessenta e seis metros acima da parte baixa.

Uma vez ali, é fácil se tornar íntimo do que é belo. Sair caminhando é quase uma necessidade, pois existe muito a se ver. E quando cansar, a gastronomia convida a uma pausa num dos muitos charmosos restaurantes locais.

A culinária traz nomes impronunciáveis como cevapcici e puricas mlincima que nada mais são do que bolo de carne e peru com pasta, respectivamente. Na dúvida do que e como pedir, opte pela pizza. Tão tradicional quanto na Itália, que influencia a culinária croata, a pizza -garantem os especialistas – é ainda mais saborosa. Duvida? É só provar.

 

Publicado em Gostos e sabores, O Melhor lugar do mundo é aqui | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

DO ALTO, PARA CAIR DE AMORES POR DUBROVNIK.

Não dá para acreditar que houve guerra por ali. Não dá para acreditar, inclusive, que alguém tivesse coragem de destruir tamanha beleza. Essa, no entanto, foi a realidade de Dubrovnik, na Croácia, em 1990, um passado recente que aquele que visita a cidade nem irá perceber.

Esta “Pérola do Adriático” conservou poucas marcas desse período ruim e tem encantos que merecem ser explorados de todos os ângulos. Cidade murada, um passeio a pé pelos seus muros é repleto de escadinhas num sobe-e-desce que ao mesmo tempo em que exige esforço assegura uma vista como nenhuma outra.

Uma vez no topo, a volta toda soma quase dois quilômetros e deve despender de uma a duas horas, dependendo da quantidade de paradas para fotografias. E pode apostar: serão muitas.

Dá para ver lá de cima uma panorâmica maravilhosa da cidade antiga e das praias que cercam esse paraíso. É essencial para perceber que da guerra, a sensação que resta é de muita paz e cair de amores por Dubrovnik.

 

Publicado em O Melhor lugar do mundo é aqui | Com a tag , , | Deixar um comentário

NEPAL: PARA QUEM NÃO TEM MEDO DO PÉ-GRANDE

São muitas as lendas que surgem pelo mundo e uma das mais antigas faz história há mais tempo do que a gente imagina. A existência de um animal gigantesco, de dois metros de altura, fruto do casamento de um macaco e uma ogra que nada tem de bonitinha, é citado no folclore sherpa e tibetano há séculos. Trata-se do abominável homem das neves.

Para os locais, esse mostrengo coberto de pelos brancos que corre e se esconde nas montanhas de neve é conhecido como Yeti – em tibetano “yeh-teh” e ganhou destaque depois de uma foto de sua enorme pegada em 1950, clicada pelo explorador britânico Eric Shipton.
Pra muita gente, ele é visto como parente do “Pé-Grande” ou “Big Foot”, em inglês, que dizem morar nos Estados Unidos e Canadá. De comum entre eles está o mau cheiro predominante que revela facilmente sua presença numa região. Em 1961, o governo do Nepal, declarou oficialmente que o tal bichão existe. Quem tiver coragem e quiser tirar a dúvida, é só ir até lá e aguardar. Quem sabe ele perde a timidez e aparece.

 

Publicado em Curiosidades | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

O TITANIC ESTÁ EM BELFAST NA IRLANDA

O mais famoso desastre de navio do mundo teve sua história recriada em detalhes num museu em Belfast. São nove setores especialmente desenhados para mostrar como foi construído o transatlântico, como era a vida dos passageiros a bordo e de que forma foi encarado o desastre mundialmente.

São cenários que muitas vezes reproduzem o interior original do navio e outros repletos de efeitos especiais e experiências em terceira dimensão. O Titanic Belfast está instalado num prédio que foi projetado para ser um marco arquitetônico tão grandioso quanto o próprio Titanic.

Inaugurado em 2012, o museu é um sucesso na cidade e ocupa um quarteirão inteiro. Curiosamente, o terreno no qual está localizado é o mesmo cedido para a construção do transatlântico que naufragou em 1912.

 

Publicado em Curiosidades, Novidades mundo afora | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

SIGA O CAMINHO DE BUDA PELO NEPAL

Não é preciso ser budista, nem sequer espiritualizado, para que a visita a Lumbini traga uma sensação religiosamente renovadora. O nome Lumbini, significa belo em sânscrito e nas planícies do Terai, ao sul do Nepal, foi esse o local, rodeado de magia, o escolhido para o nascimento de Siddartha Gautama – o Buda – em 623 a.C.

Trata-se de um dos quatro locais sagrados do budismo, razão de receber anualmente milhares de peregrinos. Foi nos jardins pertencentes à família do pai de Siddahrta que Mayadevi, sua mãe deu à luz ao pequeno Buda, sob uma frondosa árvore. É esse Jardim Sagrado, de 8 km2, uma das principais atrações do Nepal. Ali perto não faltam templos e monastérios.

Um pilar imponente, denominado de Ashoka, identifica exatamente o local do nascimento. Ao sul dessa coluna está o lago de Puskarni, na qual Mayadevi se banhou antes de admirada com a beleza local, deixar-se enfeitiçar pela vista, sentir as dores do parto, segurar-se a um galho pendente e dar vida ao seu filho iluminado. Impressionante é ver tudo isso de perto.

 

Publicado em O Melhor lugar do mundo é aqui, Você sabia? | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

QUEM DESISTE DE IR À NOVA YORK PORQUE NÃO SABE INGLÊS, NÃO CONHECE NOVA YORK.

Não à toa Nova York é considerada um centro multicultural, fruto da mescla de diferentes povos e reconhecida por essa característica no resto dos Estados Unidos e no mundo. Um total de 37 por cento da população que ali reside não é norte-americana. O fácil acesso portuário facilitou a imigração estrangeira no século XIX.

Dos quase cinco mil habitantes que ali residiam em 1672, hoje chega ao número de oito milhões de moradores das mais diversas comunidades, algumas delas com significativa representatividade. É o caso de judeus que possuem a maior concentração fora de Israel. Depois são os dominicanos, chineses, mexicanos e russos.

Se não falar inglês é um problema, qual o problema? Quem visita a cidade pode optar por um dos outros 169 idiomas falados na ilha. Dá para acreditar? É isso mesmo. E ser assim é a cara dessa Big Apple.

 

Publicado em Curiosidades, O Melhor lugar do mundo é aqui, Você sabia? | Com a tag , , | Deixar um comentário

QUANDO EM PARIS, PROVE UMA BAGUETTE: O PÃO QUE NAPOLEÃO FEZ ACONTECER.

A origem do famoso pão francês é mais curiosa do que verdadeira. Diz a lenda que ele foi espichado do formato regular para um cumprido e longo charuto, graças a um pedido de Napoleão, durante sua campanha de invasão da Rússia. A ordem era a de que fizesse um pão que fosse facilmente acomodado nas calças dos soldados.

A simpática história de sua origem, que ainda circula por aí, é pura mentira. O que realmente aconteceu foi consequência de uma lei dos anos 20 que proibia padeiros de preparar o pão antes das quatro da manhã.

Isso os obrigou a pensar na alternativa de um pão cujo formato permitisse que fosse assado rapidamente. E, nada melhor e mais ágil do que um pão que, por ser fino e cumprido, estivesse deliciosamente pronto em poucos minutos.

Quando em Paris, difícil resistir a seu sabor. Mais difícil ainda que ele passe despercebido quando levado às mãos ou sob os braços pelos franceses.

 

Publicado em Curiosidades, Gostos e sabores, Você sabia? | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

UMA EXPERIÊNCIA CULINÁRIA EM TEL AVIV

Misture-se aos locais e vá fazer compras (ou ao menos verificar a variedade de produtos) no mercado de Carmel. O Shuk Hacarmel é o maior de Tel Aviv e vende de tudo um pouco. Quer eletrônicos? Ali tem. Quer roupas? Também tem. Mas, o forte mesmo são as especiarias, as frutas e os legumes.

Sempre frescos, os artigos agrícolas do mercado são a opção mais comum das donas de casa da cidade na preparação de uma deliciosa refeição em família. Por isso, não espere uma rua calminha que dê para andar tranqüilo.

De segunda a sexta, o movimento sempre é grande. Às vésperas do Shabatt, o movimento dobra. Nada que desagrade o turista curioso que quer se sentir em casa fazendo parte de uma tradição que data de 1920.

 

Publicado em Gostos e sabores, O Melhor lugar do mundo é aqui | Com a tag , , , , | Deixar um comentário